19 de set de 2011

Análise: Enslaved The Odyssey to The West




NOTA FINAL:


Enslaved The Odyssey to the West disponível para Xbox 360 e Ps3



HISTÓRIA -


Enslaved the Odyssey to the West é inspirado em uma lenda chamada Jornada para o Oeste muito famosa na China no século XVI. Esta mesma lenda inspirou Akira Toriyama para a saga de Anime Dragon Ball.

Na história você controla Monkey (um habitante com pouco cérebro e com muitos músculos) que está superligado a história de Trip.
Monkey e Trip se deparam presos pela organização Pyramid dentro de uma espaçonave. Neste momento a América está devastada pelos Mechs que travou uma briga com os humanos e acabou por vencer a luta.
Monkey e Trip conseguem fugir da espaçonave onde estavam aprisionados e juntos acabam parando em algum lugar de Nova York.
Aí começa a jornada de Monkey e Trip. Trip sempre esperta e com uma inteligência muito grande em tecnologia acaba colocando uma coroa que aprisiona Monkey junto a ela. Obrigando Monkey a seguir a jornada junto a ela até o destino de sua aldeia.
No inicio Monkey não gosta nada da idéia porém se vê obrigado a seguir ela. Pois se ela morrer ele morre junto e vice e versa. Porem, conforme a jornada vai chegando ao seu fim Monkey e Trip começa a ter um laço ainda maior de Amor e carinho.
Uma história realmente bela que cativa os jogadores do inicio ao fim. Com grandes cenas e revelações do passado de Monkey .

Veja o trailer do jogo:






                  JOGABILIDADE 

Se encaixando em um estilo de Ação/Aventura com pitadas de Hack n’ Slash o jogo te traz uma boa jogabilidade. Simples e com muitos recursos.
Durante a Jornada você poderá controlar a inteligência de Trip e a força bruta de Monkey.

Com Monkey você tem o leque de golpes com o bastão que ajudará nos combates com os Mechs  e elementos no cenário que poderam ser utilizado estrategicamente para ganhar de Bosses.
Você também conta com um escudo para se proteger de golpes e tiros de Mechs (Você vai utilizar muito o escudo durante o jogo). E uma prancha em forma de círculo que simula um Skate flutuador. Este equipamento só será utilizado em alguns momentos que poderá ser ativado quando for preciso.

Já com a Trip o lema é a estratégia. Você tem que saber utilizar e muito a estratégia para deixar Trip Viva. Pois o único recurso que ela possue é da tecnologia. Então em vários momentos você será deparado em proteger a inofensiva Trip.
Porém ela tem um papel fundamental no jogo. É dela que você consegue upar as habilidades de Monkey (distribuindo as Orbs que Monkey ganha durante a jornada), fora o poder de burlar sistemas, e enfraquecer os inimigos de Monkey com a inteligência de descobrir os pontos fracos dos mesmos.

Mas nem tudo é flores na jogabilidade. Há 2 detalhes como ponto negativo. 1° é a câmera que comporta às vezes de forma bisonhas em certos momentos. Principalmente em locais fechados.E o 2° ponto é a impossibilidade de morrer em alguns lugares, como se jogar de um precipício. Você pode até tentar se jogar mas não consegue. Isto frusta um pouco a experiência!!! Pois você fica restrito ao caminho já predeterminado pelo cenário


                GRÁFICOS -



Sabe aqueles gráficos que você para de jogar só para apreciar a beleza das paisagens. Este jogo se encaixa perfeitamente neste quesito.

A Ninja Theory (criadora de Ninja Gaiden) caprichou no aspecto Gráfico. Não é nenhuma mentira afirmar que é um dos mais belos gráficos desta atual geração.
Enslaved The Odyssey to the West traz uma Nova York tomada pela natureza, um cenário pós apocalíptico que preza pelas cores vibrantes, muito diferente de jogos pós apocalípticos que normalmente são obscuros e com uma escala de cinza em todos os lugares.

Fora a Direção de Arte que cuidou de trazer as mais lindas paisagens fazendo com que você perca a respiração enquanto você aprecia os destroços em meio a natureza. Tudo foi bem trabalhado desde uma simples flor até os edifícios tomado pela natureza.
Muitos afirmam que os gráficos beiram o lindo já visto em Uncharted.
Mas o capricho não ficou só por conta da ambientação. Mas os personagens foram bem tratados. Monkey, Trip e Pigsy (Surpresa para quem jogar) tem expressões faciais muito convincente vendo em suas faces a raiva, tristeza e Amor em determinadas partes do jogo. Fora o dialogo que mostram o excelente trabalho de expressão.Para este trabalho a Ninja Theory utilizou detecção de movimentos de uma pessoa real.
Eis um trunfo da Ninja Theory e um dos grandes motivos para adquirir este jogo.


A única ressalva que faço são aos inimigos que ao longo da jogatina vai aparentar repetitivo.

                          ÁUDIO




Os efeitos sonoros em partes como batalhas são padrão de jogos de ação e aventura, porém o destaque fica por conta do belo trabalho de vozes e da Trilha Sonora.
O conjunto de vozes e trilha sonora é tão impactante que só completa a obra prima e te cativa ainda mais na hora da jogatina.

                          OPINIÃO FINAL


O jogo realmente é uma obra prima. Te traz vários momentos de emoção e diversão. Com personagens bem carismáticos e uma aventura empolgante do inicio ao fim.
Traz uma campanha intensa e cheia de reviravoltas.
A única coisa que peca, é por se tratar de um jogo totalmente Singleplayer fazendo com que sua vida útil diminua bastante. Em média de 10 horas você fecha o jogo e vira grande candidato a ficar esquecido na prateleira após a isto.
Porém a campanha Singleplayer vale muito.Não só pelos gráficos belíssimos. Mas por uma jogabilidade descontraída, uma história digna de Filme Hollyoodiano e um trabalho de vozes e trilha sonora impactante.
Fica a dica para quem aprecia um grande jogo de ação e aventura. E que se importa com belos gráficos, enredo, direção de arte e áudio.
A Ninja Theory conseguiu trazer ao mercado uma nova franquia que vai render muitos frutos no futuro e espero que não lancem junto a um Castlevania Lord Of Shadows que ofuscou um pouco este belíssimo trabalho!!!!!


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

Julius Rock disse...

Realmente é um grande jogo, mas eu acho que não merecia nota 100 e sim uma nota um pouquinho mais baixa como 92 no máximo 95, mas acho que 92 ja estaria de bom tamanho,

Jean disse...

Não brother. A nota final dele é 92. Que é na parte de Opinião Final. Tbm achoum belissimo jogo porém não era merecedor de 100 por alguns detalhes negativos no jogo!!!!

Seguidores

Agregadores


Colmeia: O melhor dos blogs
Tedioso: Os melhores links
Agregador de Links - Madruga Links

Translate

Parceria

Powered by BannerFans.comAfontegeek -- A maior fonte sobre Cultura-Pop da internethttp://0.gravatar.com/avatar/202d794ecfe4a4b708470f33de8724c6?s=40&d=http%3A%2F%2F0.gravatar.com%2Favatar%2Fad516503a11cd5ca435acc9bb6523536%3Fs%3D40&r=G

Visitas